Organizações de vários movimentos sociais convocam quinzena de acção “Fracasso Económico Mundial”

COMUNICADO: Organizações de vários movimentos sociais convocam quinzena de acção “Fracasso Económico Mundial” que coincide com o Fórum Económico Mundial

Nos dias 13 a 26 de Janeiro, diversas organizações vão preparar uma quinzena de acção para destacar a responsabilidade da indústria financeira nas injustiças climática e social.

*

Este ano, o Fórum Económico Mundial em Davos “celebra” os seus 50 anos. No meio de uma emergência climática, este aniversário só serve para relembrar o papel das instituições financeiras nas últimas décadas ao alimentarem, perpetuarem e aprofundarem as injustiças sociais e climáticas no mundo. As instituições financeiras não só garantem dinheiro para os projectos como tecem a economia e influenciam a política a nível mundial, colocando o lucro acima da democracia.

No âmbito da plataforma europeia By 2020 We Rise Up, organizações de vários movimentos sociais convocaram uma quinzena de acção intitulada Fracasso Económico Mundial de 13 a 26 de Janeiro. Este período engloba a altura da cimeira em Davos, de 21 a 24 de Janeiro.

Na primeira semana da quinzena, vai haver debates, sessões públicas e apresentações para aprofundar o conhecimento público sobre a ligação entre as instituições financeiras e as injustiças sociais e climáticas. Para a segunda semana, estão a ser preparadas acções directas não-violentas, protestos e acções criativas para confrontar os responsáveis. Ao mesmo tempo, vai haver uma caminhada na Suíça até Davos, contra a cimeira Fórum Económico Mundial.

O calendário final das iniciativas publicamente divulgadas será publicado e partilhado no início da quinzena, a 13 de janeiro.


Mais informações

  • Convocatória: http://www.climaximo.pt/2019/12/16/fracasso-economico-mundial/

  • By 2020 We Rise Up: www.by2020weriseup.net

    By 2020 We Rise Up é um grito de guerra para que grupos e pessoas se unam para acções transformadoras em toda a Europa e para que acreditem na possibilidade de mudança radical. Também fornece uma plataforma de facilitação e ferramentas para entrelaçar lutas políticas relacionadas com a justiça climática, justiça social e outras questões.

  • Organizações em Portugal envolvidas na preparação da quinzena:

    Climáximo, Climate Save Portugal, 2 degrees artivism, Academia Cidadã, Gás é Andar para Trás, Habita, Extinction Rebellion Porto, Extinction Rebellion Coimbra, MAPA – Movimento de Ação Política, Rede de Decrescimento, Greve Climática Estudantil (em actualização)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Facebook
Facebook
Instagram
RSS
Vimeo
Flickr