A acção no Camp-in-Gás

Neste vídeo, João e Sinan explicam a acção que vamos fazer no Sábado, dia 20 de Julho, no âmbito do Camp-in-Gás, acampamento de acção contra gás fóssil e pela justiça climática.

Neste vídeo:

  • Consenso de Acção
  • Grupos de Afinidade
  • Manifestação
  • Manual de Apoio Legal

Outras informações:


Consenso de Acção

Nos dias 17 a 21 de Julho de 2019, estaremos na Bajouca, Leiria, para uma acção massiva no terreno do planeado furo de gás fóssil da empresa Australis Oil & Gas. Com esta acção, vamos dizer não à prospecção e exploração de gás e vamos gritar a uma só voz por um planeta livre de exploração de combustíveis fósseis. A crise climática exige que façamos tudo o que está ao nosso alcance para chamar a atenção para este problema e travar qualquer projecto que insista na exploração de combustíveis fósseis.

A nossa acção é divulgada publicamente e todas as pessoas, com ou sem experiência, são bem-vindas para participar. Vamos ocupar de uma forma pacífica e festiva o terreno onde a Australis Oil & Gas pretende explorar gás, para mostrarmos um caminho alternativo para um mundo sustentável.

O curso da acção será decidido em conjunto, pelo plenário dos delegados e pela coordenação do acampamento.

Vamos agir de uma forma calma e educada. Não vamos colocar nenhuma pessoa em perigo. Vamos usar os nossos corpos para ocupação do terreno. O nosso objectivo não é destruir ou causar danos em pessoas ou objectos. Atravessaremos ou contornaremos pacificamente quaisquer bloqueios de forças policiais ou de segurança. A nossa acção transmitirá uma imagem de diversidade, criatividade e abertura.

A nossa acção não é dirigida a trabalhadoras ou à polícia. A segurança das activistas, trabalhadoras e todas as pessoas envolvidas é a nossa prioridade principal.

Somos pessoas de diversas origens sociais e políticas. Assumimos a responsabilidade colectiva pelo sucesso da acção. Vamos assegurar um processo transparente, com respeito e apoio integral a todas as envolvidas. Para assegurar isto vamos preparar-nos bem com as formações para a acção.

Estamos solidárias e solidários com as populações que lutaram e lutam contra os combustíveis fósseis e com todas e todos que enfrentam os graves impactos da crise climática. A nossa luta é planetária.


Grupos de Afinidade

Em acções de desobediência civil com muitas pessoas, as experiências do passado mostraram que precisamos de criar grupos de afinidade para cuidar umas das outras. Vamos organizar a acção do Camp-in-Gás também com esta ferramenta. Por isso: forma um grupo de 4 pessoas para participarem juntas na acção.

Porquê grupos de afinidade?

Durante as acções, é importante teres um grupo de confiança com quem podes contar. Vamos formar os grupos já durante o acampamento, para poderem discutir os vossos limites, como se sentem e o que gostariam de fazer. Grupos de afinidade são a base duma acção massiva.

Assuntos importantes para discutires no teu grupo de afinidade: Checklist-Grupos-de-Afinidade-v2

Temos que estar juntas o tempo todo?

Propomos que formem os grupos de afinidade também para uma reflexão colectiva durante o acampamento.

Durante a acção, podem subdividir o grupo em pares (buddies), que ficarão juntos em todas as circunstâncias. Se algo acontecer a uma de vocês – detenção, ferimento, etc.- o outro par pode apoiar esta pessoa. As outras do grupo de afinidade podem decidir se querem continuar ou ficar. Quando estão no terreno de acção, podem reflectir juntas e decidir.

Durante a acção, vamos organizar plenários de delegados. Por isso, é importante escolherem uma pessoa para representar o vosso grupo no plenário.

Quem são as pessoas certas para o meu grupo?

Muitas vezes, grupos de afinidade são formados com base no nível de experiência. Mas isto não é preciso. O que é mais importante é partilharem uma visão sobre a acção e que haja confiança entre vocês. Quais são as vossas expectativas? Quais são as vossas limitações?

Conhecerem-se uma à outra é essencial para tomarem decisões e para se divertirem. Por isso, investe algum tempo antes da acção para conversarem.

Como é que posso encontrar o meu grupo de afinidade?

Pergunta às pessoas que conheces: quem vai ao Camp-in-Gás? Que ideias têm sobre a acção? Talvez coincidam com as tuas ideias!

No início do acampamento e na formação de acção, vamos também criar alguns espaços para formar grupos de afinidade. Mesmo assim, sugerimos teres pelo menos o teu par/buddy já contigo, para encontrarem um outro par.


Manifestação Contra os Furos de Gás na Bajouca – 20 de Julho

A luta contra a exploração de combustíveis fósseis e pela justiça climática é global. Ninguém está imune aos efeitos devastadores da crise climática e ninguém senão nós próprias virá solucionar milagrosamente a maior ameaça que a Humanidade já enfrentou.

É neste contexto e perante a contínua conivência política com as indústrias milionárias da exploração de combustíveis fósseis que, durante o primeiro acampamento de acção em Portugal, o Camp-in-Gás, acontecerá uma acção de desobediência civil em massa nos terrenos da Australis Oil & Gas na Bajouca, onde está planeado um furo de prospecção e exploração de gás fóssil.

No mesmo dia, 20 de Julho, está convocada uma marcha inclusiva e autorizada de protesto contra os furos de gás, que se alarga a todas as pessoas que por algum motivo não podem ou não querem tomar parte da acção. Aqui há espaço para todas e todas são bem-vindas e necessárias. ☺

A população da Bajouca (e não só) junta-se aos activistas do acampamento para uma manifestação pública que sai da ABAD – PISÃO às 9:00. Às 9:30 o ponto de encontro é no LARGO DOS 13 – BAJOUCA e o percurso seguirá até ao terreno onde a Australis planeia furar.

Tragam faixas, cartazes e palavras de ordem. Este é o momento de dizer inequivocamente que não vamos permitir que este furo aconteça, aqui ou em qualquer lugar!


Manual de Apoio Legal

Na sexta-feira (dia 19 de Julho), vamos ter a terceira sessão da Formação de Acção, dedicada ao Briefing Legal. Pedimos a todos os grupos de afinidade que garantem que haja pelo menos uma pessoa do grupo a assistir esta sessão. Ver programa.

Este documento serve para dar algum apoio e dicas às pessoas que possam querer participar em acções de desobediência civil.Queremos oferecer toda a informação que podemos dar, mas isto também depende da tua colaboração e por isso pedimos-te atenção durante este processo. Não podemos garantir que todas as nossas respostas para todos os casos sejam “à prova d’água” porque a repressão nem sempre é previsível e depende das tácticas das forças repressivas.

Este documento não deve inibir-te de fazer algo. Pelo contrário, preparámo-lo para te motivar e para te ajudar a encontrares a tua melhor forma de envolvimento. Temos que dizer desde logo que, muitas vezes, a polícia e a segurança não conhecem o enquadramento legal ou escolhem ignorá-lo.

A nossa prioridade é jamais deixar alguém para trás.

Nesse sentido, este “manual” apresenta três partes principais:
– Conselhos gerais
– Enquadramento legal
– Possibilidade de detenção

Legal brief v5 (pdf)


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Facebook
Twitter
Instagram
RSS
Vimeo
Flickr
Climáximo