5Out | Manifestação: Anti-Corpos Reivindicam a Res Publica

As nossas sociedades estão doentes. O nosso planeta está doente. A civilização como a conhecemos está fatalmente doente.

Os decisores políticos e económicos não admitem o quão grave e complexa se tornou a situação. O funcionamento do sistema actual multiplica as crises que sucessivamente se abatem sobre a sociedade: da crise sanitária resultaram crises económicas e sociais. Está tudo lixado. Cada vez mais nos aproximamos do momento em que todas as crises, impulsionadas pela crise climática, se tornarão irreversíveis. Face a este cenário, fartámo-nos!

Comprometemo-nos a lutar contra o vírus da maximização do lucro e de todos os sistemas sociais que alimentam a discriminação entre e dentro dos povos.

No dia 5 de Outubro de 2020 vamos marchar até à rotunda do Marquês de Pombal para fazer uma acção de desobediência civil em massa, para reivindicar a “res publica” – a coisa pública, que é de todos e todas e de ninguém. Vamos manifestar-nos contra os vírus da maximização do lucro e de todos os sistemas sociais que alimentam a discriminação entre e dentro dos povos, para descontaminar a economia e regenerar as nossas sociedades.

5 de Outubro, segunda-feira

11h00

Jardim Amália Rodrigues -> Rotunda do Marquês de Pombal


A nossa acção é divulgada publicamente, e todas as pessoas, com ou sem experiência, são bem-vindas a participar. Vamos ocupar de uma forma pacífica a rotunda do Marquês de Pombal, replicando algumas das imagéticas da revolução republicana.

O curso da acção será decidido em conjunto, pelo plenário dos delegados e pela coordenação da acção.

Vamos agir de uma forma calma e educada. Não vamos colocar nenhuma pessoa em perigo. Reconhecemos que a nossa acção pode causar incómodos para algumas pessoas que não estavam informadas sobre a acção antecipadamente, e destacamos que para evitar o colapso civilizacional, temos de parar o business as usual para reajustar as prioridades das nossas sociedades.

Vamos usar os nossos corpos para a ocupação da rotunda. O nosso objectivo não é destruir ou causar danos em pessoas ou objectos. A nossa acção transmitirá uma imagem de determinação, criatividade e abertura. A nossa acção não é dirigida às pessoas normais em passagem ou à polícia. O vírus do capitalismo está integrado nas estruturas socio-económicas e reconhecemos que nós também somos contaminadas em certo nível por este sistema tóxico que produz ódio e divisão. Nesta acção, não vamos permitir a reprodução dos mecanismos tóxicos discriminatórios. A luta por um mundo melhor descontamina-nos a nós e descontamina as nossas sociedades.

Somos pessoas de diversas origens sociais e políticas. Assumimos a responsabilidade colectiva pelo sucesso da acção. Vamos assegurar um processo transparente, com respeito e apoio integral a todas as envolvidas. Para assegurar isto vamos preparar-nos bem com as formações para a acção.

Vemo-nos como parte do movimento pela justiça climática e estamos em solidariedade com todos os povos que lutam por um planeta justo e habitável.

*

A acção será desconvocada se as seguintes Reivindicações de Emergência forem aceites pelo governo.

#1: NEUTRALIDADE CARBÓNICA 2030: Zero emissões líquidas de gases com efeito de estufa em 2030.

#2: SERVIÇOS BÁSICOS INCONDICIONAIS: Garantir saúde, educação, habitação, alimentação, energia renovável e transportes de forma gratuita e no setor público, para todas as pessoas.

#3 LIMITE MÁXIMO AO RENDIMENTO: Novo escalão de imposto de 99% sobre todos os rendimentos a partir dos 150.000 euros anuais.

Mais informação: https://tinyurl.com/anticorpos


O evento no Facebook, aqui.

One thought on “5Out | Manifestação: Anti-Corpos Reivindicam a Res Publica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Instagram
Vimeo
RSS
Flickr