Radar Climático – 20 de Janeiro

Direitos de exploração de petróleo no Alaska com pouca procura

Num dos seus derradeiros atos como Presidente, Trump vendeu o direito a 11 terrenos para a exploração de petróleo, mas os gigantes do setor não parecem ter demonstrado grande interesse. 9 dos direitos foram vendidos a uma agência governamental e 2 a pequenas empresas. O valor da venda dos direitos foi menos de 1% do que se esperava obter. O ceticismo sobre a capacidade de explorar estas zonas dada a forte oposição de ativistas é apontado como causa do fraco interesse.

Biden deverá enterrar a Keystone XL Pipeline logo na tomada de posse

A informação parte de fontes próximas do novo Presidente dos Estados Unidos da América. Este projeto teria como objetivo transportar explorações de areias betominosas, desde as florestas boreais do Canadá até às refinarias dos Estados Unidos no Golfo do México. Este projeto já tem 15 anos, tendo sofrido avanços e recuos. Além desta decisão, Biden também deverá, quase imediatamente, reinserir os EUA no Acordo de Paris

TAP propõe o despedimento de 458 pilotos

Segundo o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC), a TAP apresentou uma contraproposta que inclui a dispensa de 458 pilotos e redução de remunerações. O plano de reestruturação da TAP entregue à Comissão Europeia, prevê o despedimento de 500 pilotos, 750 tripulantes de cabine, 450 trabalhadores da manutenção e engenharia e 250 das restantes áreas. O plano também prevê, a redução de 25% da massa salarial do grupo e do número de aviões que compõem a frota da companhia, de 108 para 88 aviões comerciais.

Ministro do Ambiente ataca Galp no Parlamento

João Matos Fernandes disparou por todos os ângulos. Afirmou que as despesas da descontaminação dos solos e do fim dos postos de trabalho em Matosinhos é responsabilidade da Galp, não indo esta beneficiar de fundos Europeus para o efeito. Afirmou que a principal preocupação da empresa não é a transição energética mas a falta de clientes para as duas refinarias. Mostrou surpresa por a empresa ter informado a decisão de encerramento primeiro ao mercado, e só depois aos trabalhadores. Sublinhou ainda “É mau, está mal que assim seja feito. Não é assim que se faz. Fui gestor muitos anos e não procederia assim”.

Galp entra na exploração de lítio

Galp entra no negócio do lítio, pagando 5,2 milhões de euros por 10% da empresa subsidiária da Savannah que detém a concessão de lítio das Covas do Barroso. Está também fechado um acordo de fornecimento garantido à Galp de até 50% do lítio que a Savannah extraia em Portugal. Questionada sobre o destino que dará a este lítio, a Galp não quis confirmar se vai avançar para a construção de uma refinaria. A Savannah submeteu em Junho do ano passado, à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), o relatório síntese do Estudo de Impacte Ambiental, bem como o Plano de Lavra para a exploração de lítio na Mina do Barroso. O projecto ainda aguarda luz verde para avançar no terreno.

Além do Lítio, Galp aponta para o hidrogénio com novo presidente executivo

Sai Carlos Gomes da Silva, entra Andy Brown, antigo gestor da Shell e consultor de startup de hidrogénio para aviões. A sua nomeação deve ser confirmada em assembleia geral a realizar este ano,  na qual se antecipam mais mexidas na comissão executiva da Galp. Em intervenções publicas anteriores, este novo gestor da Galp aponta como o caminho para a descarbonização “eletrificar rapidamente, temos de cultivar biocombustíveis, temos de aumentar de forma massiva a captura e armazenamento de carbono”, ou seja, insiste ou em medidas ineficientes, ou em falsas soluções.

Ministro do Ambiente insiste na mineração de lítio

João Matos Fernandes disse que a intenção do Governo é que seja instalada uma refinaria de lítio em Portugal. Esta serviria para preparar o lítio para a fabricação de baterias para carros elétricos. A suposta localização não está definida, mas Vila Pouca de Aguiar e outras autarquias já exprimiram o desejo de ter esta refinaria. Assim, em nome da transição energética e da criação de postos trabalho, segue em marcha o plano de esburacar Portugal.

Preços do Petróleo sobem acima dos 50 doláres no mercado Americano

O preço do petróleo passou os 50 dólares pela primeira vez desde a crise do coronavirus. Esta subida foi em parte ajudada pela promessa da Arábia Saudita de reduzir a sua produção de crude. Esta subida vem na sequência de um ano de baixos preços, tendo o petróleo chegado a transacionar a valores negativos em Abril do ano passado. No entanto, o setor fóssil da exploração de xisto – dependente de valores mais altos para poder ser operável – não conta voltar a produzir para já.

Governos de Itália dos Países Baixos entre o colapso e eleições antecipadas

Em Itália, Matteo Renzi, retirou o apoio do seu partido Viva Italia ao governo de Conte. Em causa, está a atuação do governo na resposta à pandemia e a utilização dos fundos económicos para a combater. Para se manter no governo, Conte terá que encontrar novos apoios de partidos pequenos e deputados independentes. Para já eleições antecipadas não estão à vista, podendo o Presidente Sergio Mattarela tentar formar um novo governo sem Conte.

Já nos Países Baixos, uma crise deflagrou devido a um escândalo sobre falsas acusações de fraude a famílias que receberam subsídios do estado. Tendo acusado estas famílias de receberem os rendimentos de forma fraudulenta, o estado obrigou-as a devolver milhares de euros. Muitas destas famílias foram conduzidas à ruína financeira, dívida, divórcios, interrupção de estudos, entre outras consequências nefastas. Com a pressão a acumular-se, Mark Rutte retirou-se, depois de quase 10 anos no poder. O governo mantém-se em funções até às eleições agendadas para Março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Facebook
Twitter
Instagram
RSS
Vimeo
Flickr
Climáximo