Radar Climático – 5 de Maio

Shell informa lucro de mais de 2 mil milhões de Libras no primeiro trimestre com o retorno da procura por combustíveis fósseis

Os preços crescentes do mercado de petróleo e gás ajudaram os ganhos trimestrais da empresa a subir acentuadamente de 393 milhões de dólares americanos no final do ano passado, e subir bem acima do seu lucro de 2,9 mil milhões no primeiro trimestre do ano passado. Com o covid-19, houve uma queda no lucro da empresa, mas a reabertura das economias do mundo ajudou os preços do petróleo a recuperarem. Assim, confirma-se a previsão de que as reduções de GEE devido à COVID-19 serem apenas temporárias sem ação direccionada para as reduzir.

O oleoduto da Shell derrama 110 barris de petróleo bruto na comunidade de Bayelsa

O derramamento foi um acidente operacional devido a falhas no equipamento e afetou palmeiras e tanques de peixes próximos. Cerca de 1,34 hectares de terra foram poluídos pelo vazamento, que se seguiu a uma rutura no oleoduto.

Governo cancela projeto de lítio em Montalegre

O Governo prepara-se para cancelar o projeto de mineração de lítio em Montalegre. A licença atribuída à LusoRecursos deverá ser “rejeitada devido à falta de profissionalismo”, afirma o ministro do Ambiente.

Segundo Matos Fernandes, a empresa submeteu um estudo de impacto ambiental “claramente insuficiente”, afirmando mesmo ver “como muito improvável a possibilidade de termos uma mina de lítio em Montalegre”.

Eixo do planeta Terra em constante mudança devido às alterações climáticas

O planeta Terra está a alterar o seu movimento de rotação sob o próprio eixo devido ao crescente derretimento dos glaciares de ambos os polos.

A velocidade média da deriva polar de 1995 a 2020 aumentou cerca de 17 vezes em relação à registada de 1981 a 1995. Este fenómeno é explicado pela gradual subida média das águas do mar, resultante do derretimento do gelo dos polos terrestres e perda de 7,5 mil milhões de toneladas de gelo. Isto poderá ter repercussões sérias na disponibilidade de recursos naturais, inclusive no ciclo da água, prejudicando o bom funcionamento dos ecossistemas.

O “doomsday glacier” da Antártica pode estar a derreter mais rápido do que se pensava

Este glaciar, maior do que o Reino Unido, corre o risco de se partir, devido a uma maior quantidade de água quente a circular debaixo dele, do que se pensava. Sendo o maior glaciar do planeta, com mais de 1 km de profundidade, contém gelo suficiente para elevar o nível das águas do mar até 65 cm.

A Amazónia libertou mais carbono do que absorveu nos últimos 10 anos

A Amazónia brasileira libertou quase 20% mais dióxido de carbono para a atmosfera na última década do que absorveu, sendo que, de 2010 a 2019, a bacia amazónica do Brasil emitiu 16,6 milhões de toneladas de CO2, enquanto retirou apenas 13,9. Também em 2019, a desflorestação nesta área aumentou quase quatro vezes em comparação com qualquer um dos dois anos anteriores. Aumentando de cerca de 1 milhão de hectares para 3,9 milhões de hectares.

Cortes prometidos dentro do Acordo de Paris deixam aumento das temperaturas em 2,4Cº

Usando como base o fim do século, se os compromissos do Acordo de Paris fossem cumpridos o aumento global das temperaturas seria de 2,4Cº. No entanto, este valor ainda fica bem acima dos 1,5Cº apontados pelo movimento climático e depende de promessas até agora não cumpridas bem como de cenários otimistas.

Notícias sobre aviação

Taxa do carbono sobre passageiros avança no segundo semestre

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, reiterou que a taxa de carbono de dois euros aplicada aos passageiros de voos internacionais e navios cruzeiro, que foi proposta pelo PAN no âmbito do Orçamento de Estado para 2021 (OE2021), vai começar a ser aplicada no dia 1 de Julho. Até ao final de Setembro de 2022, o Governo vai ainda apresentar à Assembleia da República, um estudo sobre o impacto económico e ambiental destas taxas. Esta acontece ao mesmo tempo que o mesmo Ministro teima em avançar com o projeto de um novo aeroporto, vincando que a intenção é mais a recolha de receitas do que metas climáticas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Facebook
Twitter
Instagram
RSS
Vimeo
Flickr
Climáximo