6 Novembro | Concerto Solidário Vamos Juntas

A nossa casa está a arder.

Perante o cenário atual de crise climática que se instala por todo o Mundo, é urgente cortar os principais pontos de emissão de gases de efeito estufa para apagarmos o fogo.

Como resposta a esta crise os governos, as empresas e as instituições unem-se para formular acordos, metas e planos climáticos desenhados para falhar!

Em Portugal, a refinaria da Galp em Sines é a infraestrutura que produz mais emissões. Durante a pandemia, a Galp despediu centenas de pessoas para encerrar a Refinaria de Matosinhos e concentrar toda a sua indústria em Sines.

Diariamente, catástrofe atrás de catástrofe, os acionistas da Galp escolhem continuar com este crime contra a Humanidade: a manutenção do capitalismo fóssil que nos levará à extinção.

É a nós que cabe garantir o colapso do capitalismo fóssil antes que ele garanta o nosso.

Por isso no dia 18 de Novembro, vamos a Sines, bloquear a refinaria da Galp e exigir o seu encerramento planeado e uma transição justa para as trabalhadoras!

Menos emissões, mais empregos. Transição justa já!

Vamos juntas!

Mais informações em www.climaximo.pt/vamos-juntas/


Enquanto dia 18 não chega, resolvemos juntar pessoas no dia 6 de Novembro, na Casa Independente (Largo do Intendente, 45, Lisboa), para um concerto solidário que visa criar espírito de camaradagem, união e motivação entre as pessoas que se preocupam e lutam pela justiça climática e que vão a Sines participar na ação.

Somos um coletivo ativista pela justiça climática e para realizarmos uma ação destas precisamos de pessoas e de fundos para financiar os custos da ação e com este evento pretendemos angariar os dois.

A entrada no evento é livre, contudo como este é um evento solidário para angariar fundos para a organização da ação “Vamos Juntas”, nós sugerimos a seguinte lógica de donativos:

– 3 euros – donativo porreiro
– 5 euros – donativo ainda mais porreiro
– 7 euros – donativo mesmo muito porreiro.

O custo da organização do evento foi 60 euros, relacionados com o custo das deslocações dos músicos. Os donativos angariados serão utilizados para cobrir estes custos e o resto utilizado na organização da ação “Vamos Juntas”.

O evento começará por volta das 20:00 e terá o seguinte programa:

20:00 – 21:00 – Apresentação da ação “Vamos Juntas”
21:00 – 21:30 – Elisabete
21:30 – 22:30 – João Svayam
22:30 – 23:30 – Conjunto Júlio
00:30 – 02:00 – Dj Gingaí

Em baixo segue uma pequena descrição dos artistas convidados:

Elisabete Mália:

As músicas viajam pelo Cosmos e são captadas num momento em que alguém está na mesma vibração. Sou por isso simplesmente uma mensageira. O meu projecto chama-se Sementes d’Esperança. A minha música é mais uma das formas de lançar sementes de amor, paz, alegria e liberdade.
Insta: https://www.instagram.com/sementes_desperanca/

João Svayam:

Músico desde muito cedo. Tem trabalhado como músico experimental, multi-instrumentalista, editor de som e vídeo e colaborador de muitos projectos DIY na área da cultura. Svayam é o nome do seu primeiro projecto de música para meditação, projecto esse que o tem conectado profundamente ao Yoga. No seu múltiplo caminho atravessam-se instrumentos de diferentes origens, experiências com música digital, aulas de yoga com música ao vivo, entre outros.
Site: https://joao-svayam.webnode.pt/svayam/

Conjunto Júlio:

O conjunto Júlio é um projecto que emerge em 2021, sediando-se em Lisboa e contando com Tomás Simões no baixo, Francisco Sanona na guitarra, João maria na guitarra, voz e synths e Vasco Brito na bateria.
Com idades compreendidas entre os 19 e os 21, o Conjunto traz consigo um leque de temas, que tomam como base a poesia de Luís de Camões, António Botto, Florbela Espanca e outros poetas portugueses exacerbando, assim, a língua portuguesa enquanto abrem novos caminhos a instrumental, fundindo dois cenários que se completam mutuamente.
Facebook: https://www.facebook.com/conjuntojulio
Insta: https://www.instagram.com/conjuntojulio/
Soundcloud: https://soundcloud.com/user-928525073

Dj Gingaí:

Gingaí is a souful force that celebrates the idnetity and diversity of folklores and cultures, cultivates the roots of ethnic music by exploring organic and groovy sonic textures from the 7 continents. Rhythmed by earthy basslines, rattles and positive energy, his performances flood the dancefloor with a fusion of punchy beats and tribal elements.
Insta: https://www.instagram.com/p/CRxB9iar28h/
Soundcloud: https://soundcloud.com/gingai/sets/originals-remixes-edits

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Facebook
Twitter
Instagram
RSS
Flickr
Vimeo
Climáximo