Radar Climático – 11 de Maio

Saiu um novo estudo sobre a dívida histórica da indústria petrolífera

Novo estudo conclui que, entre 1993 e 2020:

  • Os cinco maiores produtores de petróleo da Europa foram responsáveis por cerca de 13% das emissões globais equivalentes de CO2;
  • As maiores empresas petrolíferas reembolsaram 5% dos 13 biliões de euros de danos sociais através dos impostos sobre as sociedades. Em comparação, os impostos sobre combustíveis que são pagos pelos consumidores nas bombas foram, em alguns casos, três vezes maiores do que os impostos pagos pelas cinco empresas. Assim, os consumidores têm pago por custos externos como a saúde e a poluição, enquanto as grandes companhias petrolíferas têm forrado os seus bolsos;
  • Os acionistas e a administração foram os principais beneficiários desta falta de responsabilidade social. Entre 1993 e 2020, foram distribuídos 622 mil milhões de euros aos acionistas sob a forma de dividendos e recompra de ações. Os gestores destas cinco empresas fizeram mais de 2 mil milhões de euros neste período de tempo. Com o aumento dos preços da energia este ano, os lucros dos acionistas e da gestão cresceram significativamente: as cinco maiores maiores petrolíferas da Europa embolsaram 47 mil milhões de euros em 2021 – na sua maioria em lucros para os acionistas e a gerência.

Gigantes do petróleo vendem poços de combustível fóssil para fingir uma transição, deixando-os a funcionar sob firmas que aumentam a produção

Em todo o mundo, espera-se que muitas das maiores empresas de energia vendam mais de 100 mil milhões de dólares de campos petrolíferos e outros ativos poluentes, num esforço para reduzir as suas emissões e fazer progressos no sentido de atingir os seus declarados objetivos climáticos. Contudo, vendem frequentemente a compradores que pouco divulgam sobre as suas operações, fizeram poucas ou nenhumas promessas para combater as alterações climáticas, e estão empenhados em aumentar a produção de combustíveis fósseis.

Novas pesquisas a serem divulgadas na terça-feira mostraram que, em 3.000 dos negócios de petróleo e gás realizados entre 2017 e 2021, os ativos envolvidos passaram tendencialmente de operadores com compromissos de emissões zero para aqueles sem compromissos. Isto está a levantar preocupações de que os ativos continuarão a poluir, talvez até a um ritmo maior, simplesmente longe dos olhos do público.

O recorde de concentração de CO2 na atmosfera foi batido mais uma vez

Desflorestação da Amazónia duplica o recorde anterior

Temperaturas na Ásia estão a atingir extremos à semanas

Enquanto Índia e Paquistão sofrem com temperaturas de 50ºC três semanas de forma persistente, Tailândia e China têm o mês de Maio mais frio desde 1917.

Ponte no Paquistão é varrida por lago glaciar

O volume de água no lago glaciar Shisper tinha aumentado 40% nos últimos 20 dias devido aos aumentos de temperatura no norte do país.

Os glaciares que derreteram rapidamente criaram mais de 3.000 lagos glaciares nas áreas do norte, e trinta e três poderão rebentar em breve, enviando torrentes de água que correm pelos riachos e devastam zonas.

Limite dos 1.5ºC está perto de ser ultrapassado

50/50 de hipóteses desta barreira de subida de temperaturas em relação à média pré-industrial ser quebrada nos próximos 5 anos, significa na prática 100% se não agirmos já, de forma radical.

Alemanha quer substituir gás russo com do Qatar. No entanto, o acordo de 20 anos compromete totalmente as já insuficientes metas de transição energética alemãs

Índia planeia reabrir minas de carvão devido aos impactos das ondas de calor na energia

Grupo Vinci foi escolhido para gerir aeroportos e aeródromos de Cabo Verde

Os suspeitos do costume espalham o seu império, agora ainda mais parecido com o português. A empresa gere à volta de 53 aeroportos.

Amazon despede gerentes de seções onde se formaram sindicatos

De forma medieval, a empresa pune gestoras por não terem conseguido impedir o sindicato de se formar, alastrando medo e conflito entre pessoas com os mesmos interesses.

Sinn Féin ganhou com 29% dos votos, será o maior partido na assembleia de Stormont, Irlanda

A vitória do partido coloca em questão a coesão do Reino (des)Unido.

Uma fuga de informação do supremo tribunal dos Estados Unidos mostra documento que pode retirar o direito ao aborto

Em capitalismo, os direitos servem o propósito de manter a população a depender do estado-nação e da violência da economia. Os estados cedem direitos como migalhas para nos subornar, e esta é uma demonstração clara do padrão histórico de controlar o nosso corpo, como objeto das elites. Tanto democratas como republicanos ganham com este jogo perverso, garantindo que independentemente dos interesses que defendem, mantêm como refém o voto dos americanos. Nosso corpo, nossa escolha, estamos em solidariedade com a luta feminista mundial de garantir autonomia corporal para todas.

Dinamarca quer construir duas ilhas de energia renovável para alimentar a Europa

Tem potencial de combater a dependência em combustíveis fósseis, mas na prática vai previsivelmente alimentar a expansão energética.

Saíram algumas imagens da ação da ATERRA pelo regresso dos comboios noturnos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Facebook
Twitter
Instagram
RSS
Vimeo
Flickr
Climáximo