Petições

Portugal deve organizar uma assembleia de cidadãos para decidir como usar os fundos europeus de recuperação que aí vêm. Algo nunca visto em Portugal. Cento e cinquenta cidadãos, seleccionados por sorteio e espelhando a diversidade da sociedade portuguesa, serão convidados a integrar esta assembleia pelo Presidente da República. O Governo e o Parlamento também estarão ambos representados. As dificuldades actuais exigem mais democracia, não menos

 

Por uma lei que protega os rios e ecossistemas associados. À semelhança de vários países da UE.

Iniciativa legislativa de grupo de cidadãos Rios Livres.

 

Os ocupantes da Zone à Defendre (ZAD) de la Colline estão a bloquear a colina Mormont na Suíça, onde a cimenteira LaFargeHolcim quer aumentar a exploração da pedreira de calcário. Empresa esta que já tem processos de violações de direitos humanos e ambientais em pelo menos 34 países.

Este bloqueio vem em defesa da biodiversidade, da agricultura local, do património cultural e de modo mais abrangente, da luta contra as alterações climáticas provocadas pela indústria do betão.

A empresa já apresentou queixa contra a ZAD.

Apoiem a resistência!


As nossas praias e mares estão cheias de embalagens de bebidas. Ajude-nos a combater este flagelo!

Os sistemas de depósito de embalagens de bebidas conseguem evitar que milhões de embalagens cheguem aos nossos oceanos, reduzindo assim o impacto negativo no ambiente marinho.

Em 2018, Portugal comprometeu-se a implementar um sistema de depósito de embalagens de bebidas, mas tem de ser concretizado da melhor forma. Assine a nossa petição e exija ao governo que adote, até ao final do ano, um sistema abrangente e ambicioso, que inclua plástico, mas também garrafas de vidro, latas e alumínio. Os oceanos não podem esperar mais. Nós também não!


Esta faixa costeira Tróia-Sines é uma das últimas e mais bem preservadas zonas do litoral ibérico, um tesouro natural único que até hoje escapou às pressões que se fazem sentir na orla costeira. No entanto, a classificação territorial não acompanha, nem salvaguarda, o seu Património Natural único. As urbanizações previstas para as denominadas Unidades Operativas de Planeamento (UNOP) 4, 7, e 8 ameaçam frontalmente, assumidamente e irreversivelmente um Património Natural insubstituível.


Com a urgência do combate às alterações climáticas, e depois de assinar o acordo de Paris, a União Europeia decidiu usar o dinheiro dos contribuintes para financiar vários megaprojetos de construção de gasodutos. Sendo que a capacidade de gasodutos já instalada é usada a 69%, para que precisamos de mais gasodutos? …

Em Portugal está planeada a construção de um gasoduto para fazer a ligação da Guarda a Zamora, passando por Bragança, e vai custar-nos 136 milhões de euros. …

Mas nós dizemos NÃO.


Entendem os subscritores desta petição que o atual projeto que visa instalar um terminal aeroportuário na Base Aérea nº 6 no Montijo, para além de ver a sua capacidade esgotado alguns anos depois de estar operacional, não dá uma resposta em tempo útil ao congestionamento que actualmente se verifica no Aeroporto Internacional de Lisboa.

Essa resposta terá que ser dada por medidas de gestão da procura e de reorganização do Aeroporto Humberto Delgado e deverá ter em conta o crescente contributo da aviação comercial, nomeadamente, para a emissão de Gases com Efeito de Estufa.


I’m standing in solidarity with the families whose lives, livelihoods and futures are threatened by the impacts of climate change.

I’m supporting their brave decision to take European lawmakers to Court, and their demand that the EU protects our fundamental rights and urgently acts to ensure a future safe from the catastrophic impacts of climate change for all.

Instagram
Vimeo
RSS
Flickr